domingo, 7 de julho de 2019

Mais um dia ao serviço do... 15 mas com turismo "pé descalço"!

Lisboa está na moda. Ganha prémios por isto e por aquilo, e dizem que é bom. Há um boom de turismo que enche ruas, cafés, lojas e transportes, mas será este turismo aquele que mais se deseja? Lisboa perde aos poucos a sua essência e nos transportes é vê-los a tentar enganar quem por cá está a prestar um serviço público. 

Como se não bastasse optarem por usar os transportes públicos ao invés dos serviços turísticos para descobrir a capital das sete colinas, ainda tentam entrar sem pagar, tentam regatear o preço, e muitos compram um cartão para dois ou três. É aquilo a que na gíria se chama o verdadeiro turismo de pé descalço. 

E quando dizemos que um cartão é só para uma pessoa, ou se dizemos que a luz vermelha não permite viajar, o caldo está entornado. Eles são sempre donos da razão e nós que somos de cá e por sinal até somos os condutores do transporte que querem usar, não temos razão e não percebemos nada disto. Perde-se tempo a explicar e tempo a  tentar perceber.

Se o destino diz "Centro de Congressos" e eles querem ir para o "Rossio", então chegados à Rua da Junqueira, é um problema para os tirar lá de dentro porque como dizem "mas é o 15!", reacções que me levam a crer que ou não usam transportes nos países de origem ou então querem mesmo fazer de nós parvos. 

A semana ainda agora começou e eu já estou desejoso que chegue a folga. Trabalhar em Lisboa está a ser cada vez mais desgastante, por muito que se goste do que se faz e da própria cidade. 

Boas viagens a bordo dos veículos da CCFL.

Sem comentários:

Translate