terça-feira, 26 de março de 2019

Novos passes à venda, novos autocarros e novos eléctricos foram os temas em cima da mesa na RTP3 com o presidente da Carris, Tiago Farias

Arrancou hoje a venda dos novos passes na Área Metropolitana de Lisboa. Um passo gigante na mobilidade e de aproximação aos países do centro da Europa, com o objectivo de estimular o uso do transporte público e assim, melhorar também o ambiente, mas melhorando igualmente as contas das famílias portuguesas. Mas esta alteração é uma simplificação de um sistema de passes que era até aos dias de hoje muito complexo e que só foi possível graças ao empenho de todos os operadores, que desta forma reduzem de cerca de 400 para 40, os passes que a partir de 1 de Abril estarão em vigor nos transportes públicos. 

Estes novos passes subdividem-se em metropolitanos ou municipais consoante a utilização entre um ou mais municípios, respectivamente com preços referência entre os 30 e 40 euros, havendo igualmente descontos para estudantes, reformados e idosos.

Para falar desta grande mudança mas também de outras que têm ocorrido nomeadamente na Carris, o presidente da empresa - agora sob gestão da Câmara Municipal de Lisboa - Tiago Farias, esteve ontem no programa "Tudo é Economia" da RTP3 onde falou sobre esta «revolução» na bilhética, mas também do «programa ambicioso» de renovação e ampliação da frota, com um proporcional aumento do pessoal tripulante.

Se no ano de 2018 já houve um reforço da oferta nomeadamente no período nocturno e fins de semana, contrariando com anos transactos, Tiago Farias prevê ainda «um aumento da oferta dos 8% a 10% em 2019». Nesta entrevista ao canal de informação da RTP, Tiago Farias não quis deixar passar em branco o grande impulsionador desta medida - Fernando Medina, que segundo o presidente da Carris, «sempre percebeu e defendeu desde que está à frente do Município que havia aqui um enorme desafio pela frente...», fazendo uma comparação à repartição do transporte público e individual, que é nos tempos de hoje acima dos 50% para o transporte individual em detrimento do transporte público, facto que «estava em sentido contrário aos países da Europa onde nos revemos, e como tal era preciso alterar esta fotografia».

Esta "revolução" é um processo gradual para o qual a Carris está preparada, segundo declarações de Tiago Farias, que nesta entrevista reforçou também a aposta da empresa na renovação dos seus eléctricos, anunciando que ainda este ano, será lançado o concurso público para a aquisição de 15 eléctricos articulados, e ambiciona o seu presidente, que a Carris possa até ao final do ano, lançar igualmente um concurso para aquisição de eléctricos do tipo histórico. O objectivo segundo o gestor, é reforçar e melhorar o serviço prestado ao passageiro com o objectivo de atrair mais pessoas para o transporte público. 

À parte dos novos passes e da renovação da frota, Tiago Farias destacou ainda «a melhoria das contas da empresa, da sua filosofia e capacidade de investimento», e anunciou que o objectivo é transportar mais de 130 milhões de passageiros em 2019. Uma interessante entrevista que decorreu nos primeiros 20 minutos do programa "Tudo é Economia" da RTP3 na sua edição de ontem, 25 de Março de 2019 e que pode agora ser revista aqui, clicando no link anexo à imagem abaixo...

https://www.rtp.pt/play/p4256/tudo-e-economia



Sem comentários:

Translate