quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Carris: Há 141 anos a viajar consigo!

A Carris está de parabéns! Hoje completa 141 anos de existência. Uma longa história que só é possível ser contada graças a si que é passageiro(a) da Carris e graças aos seus trabalhadores. Todos juntos fazemos a história de uma empresa que em 18 de Setembro de 1872 foi fundada no Rio de Janeiro. A Companhia Carris de Ferro de Lisboa, dotou a cidade de Lisboa de uma rede de transportes públicos colectivos utilizando, na época, o chamado sistema americano: carruagens movidas por tracção animal deslocando-se sobre carris.
 
Mas só no ano seguinte, mais precisamente a 23 de Janeiro de 1873, o escritor Luciano Cordeiro de Sousa e seu irmão Francisco Cordeiro de Sousa, diplomata, obtêm os direitos para a implantação na cidade de Lisboa, de um sistema de transporte do tipo americano denominado Viação Carril Vicinal e Urbana a Força Animal. Em 14 de Fevereiro, a Câmara Municipal de Lisboa aprova o trespasse daquela concessão para a Empresa Companhia Carris de Ferro de Lisboa. Em 17 de Novembro é inaugurada a primeira linha de "Americanos". O troço então aberto ao público estendia-se entre a Estação da Linha Férrea do Norte e Leste (Sta. Apolónia) e o extremo Oeste do aterro da Boa Vista (Santos).

Depois dos Americanos vieram os Eléctricos a 31 de Agosto de 1901 e seguiram-se depois os autocarros nos anos 60 com os primeiros a serem adquiridos para serviço á Exposição Mundial que se realizou em Belém. Ao longo dos anos, construíram-se novas estações, e apostou-se fortemente na renovação da frota o que fez com que a Carris obtivesse a certificação em 2006. 

Nos últimos anos a Carris tem continuado a apostar na melhoria do serviço, com a vinda de novos autocarros, mas esquecendo um pouco a aposta nos eléctricos. Na verdade foram eles o ponto de partida da Carris e são neles que a maioria das cidades europeias aposta.

Contudo, hoje que passam 141 anos desde a sua criação, a Carris que é de todos nós, está de parabéns e por isso também nós estamos de parabéns. Sugiro portanto, nesta data em que se completam 141 anos uma visita ao Museu da Carris, que além da história documental e física através dos autocarros e eléctricos ali presentes, passará a partir de hoje a ter uma projecção em vídeo de «Lisboa, quem és tu?», sobre a cidade de Lisboa, onde não podia faltar uma alusão à Carris.

Mas como 141 anos não se comemoram todos os dias, o Diário do Tripulante convida também o leitor a sentar-se na cadeira de um guarda-freio através de um vídeo em tempo real a bordo da carreira 15E, gravado exclusivamente para os "passageiros" deste diário.  Sinta-se na pele de um guarda-freio e veja o trajecto como vêem os tripulantes que o transportam diariamente entre a Algés e a Praça da Figueira. Prepare-se para os automobilistas que o ultrapassam pela direita mesmo nas paragens, ou para uma ultrapassagem em plena curva quando menos espera. E se vir um carro sobre a linha com luzes de emergência acesas, resta-lhe aguardar, pois o agente da PSP está a passar a multa! Siga então nesta viagem pelos carris daquele que foi o primeiro trajecto de eléctrico na história da Carris quando os eléctricos vieram substituir os «Americanos» que eram puxados por animais. 


Mas a história da Carris tem sido marcada ao longo dos 141 anos por uma série de factos e pessoas que por ali têm passado e há um vídeo disponível no Youtube, com uma amostra daquilo que foi um contributo para estes anos de vida da empresa que viaja à 141 anos consigo.

2 comentários:

CR 35 disse...

O peão é mesmo surdo ,fora os artistas que se metem mesmo no nariz do eléctrico.Bem,devia haver ....MOURA na linha!A Samsung devia pagar um bónus!Que venham mais 140 anos.

Orquidia do Jardim disse...

Gostei muito especialmente o video das Rodas de Lisboa Carris.

Obrigada pela partilha.

Translate