domingo, 25 de agosto de 2013

[Off Topic]: Hoje o Chiado voltou a acordar ao som das sirenes, 25 anos depois...

O Chiado acordou este domingo ao som das sirenes dos bombeiros à semelhança do que aconteceu na manhã de 25 de Agosto de 1988. Passados 25 anos, os meios são outros e a acessibilidade também. Dotados de novos equipamentos e de viaturas apetrechadas os bombeiros exemplificaram como seria hoje o combate ao incêndio na zona do Chiado. Várias corporações de bombeiros estiveram presentes neste simulacro, onde estiveram também alguns dos homens que combateram o incêndio de 1988. Qualquer homenagem que seja, será insuficiente para agradecer todo o trabalho desenvolvido naquela dramática manhã onde os meios eram escassos, onde a água foi insuficiente e onde as temperaturas atingiram muitos graus.

Aqui fica o olhar do Tripulante nesta manhã de Domingo, dia em que teve lugar no mesmo lugar a evocação aos 25 anos do Incêndio do Chiado, com o descerramento de uma placa alusiva ao incêndio e a quem nele trabalhou para o travar. Também neste dia foi lançado o livro «O grande Incêndio do Chiado» da autoria dos quatro fotógrafos que registaram aqueles momentos de aflição na manhã de 25 de Agosto de 1988.

Clique na foto para ver um conjunto de imagens seleccionadas pelo autor deste blogue...

[n.d.r.]: O Diário do Tripulante agradece à C.M.Lisboa e ao S.N.Bombeiros

1 comentário:

Orquidia do Jardim disse...

Gostei imenso das fotografias. Engraçado há pouco tempo tirei uma fotografia à loja "Le bonheur des femmes". Lembro-me da loja que existia antes que era uma perfumaria e penso que ao lado era uma mercearia fina, hoje chamar-se-ia gourmet, do Jeronimo Martins. Adorava olhar a montra, sempre com artigos fantasticos. Lembro-me das frutas tropicais que naquele tempo só conhecíamos as bananas.

Obrigada pela sua partilha.
Um abrazo
Flor

Translate