terça-feira, 6 de agosto de 2013

Le retour d'interruption à 28...

E no regresso à 28E após alguns dias no serviço turístico da Carristur, eis que a manhã acabaria por ficar marcada pela "Interruption à Largo da Graça". Não sei se o emigrante em causa esqueceu-se que em Lisboa, embora em número reduzido, ainda existem eléctricos, mas o que sei é que em França ele não deixaria certamente assim o carro, porque além de impedir os eléctricos está numa passadeira e era provável que fosse brindado com um bilhetinho da Polícia. Já quem circulava no eléctrico acabou por seguir o resto do caminho a pé, enquanto que outros iam chegando junto do eléctrico com um enorme sorriso na cara por verem um eléctrico que até tinha lugares para sentar. Ora não seria sorte a mais nos dias que correm? 

Muitos nem percebiam o porquê de não avançarmos e se uns perguntavam a «que hora parte?» outros perguntavam se era hora da pausa. De facto há de tudo e para todos os gostos numa situação que como sempre culminou com a chegada do condutor da viatura a perguntar se era o carro que estava a estorvar...

E como se não bastasse, o meu eléctrico na viagem seguinte ficou com uma avaria no sistema dos areeiros, tendo ficado sem areia e lá tive de recolher à estação para trocar de eléctrico. Já da parte da tarde o serviço foi exclusivamente virado para os turistas, embora com muitos portugueses à mistura a bordo dos eléctricos vermelhos em viagens com início e fim no meio da festa que é a Volta a Portugal em bicicleta, que hoje teve a sua apresentação e das equipas, em plena Praça do Comércio, com muita música e animação e até com o heli da RTP que por instantes foi a atracção de quem aguardava a partida do eléctrico. «C'est lá telé, c'est lá telé!!!», diziam duas francesas, ao mesmo tempo que acenavam lá para o céu.


3 comentários:

Orquidia do Jardim disse...

Rafael, como sempre gosto de ler o seu diário mas desta vez ha uma coisa que eu desconhecia, a falta de areia... para que serve??

Rafael Santos disse...

A areia serve para criar aderência entre as rodas e os carris, servindo tanto para a tracção em subidas de inclinação, como de travagem nas descidas. ou sempre que as rodas patinam, pois não podemos esquecer que é ferro com ferro ;)

Orquidia do Jardim disse...

Agora que me diz para que serve a areia lembrei-me dos pavimentos aos quais se mistura silica para serem anti-derrapantes.

Translate