segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

«Um pendura que não paga e não quer andar a pé..»

Não são de hoje. Existem há muitos anos e não é agora que vão deixar de existir. Os "penduras" nos eléctricos de Lisboa, são já também eles um ícone da cidade. E se até então tenho-os deixado de parte deste blogue, tem sido porque já me basta ter de os aturar no dia-a-dia. Para mim eles estarem ou não à pendura, é pouco relevante desde que não interfiram na segurança da marcha do veículo, ou não se metam com calduços nas pessoas que vão descontraidamente nos passeios. Na verdade, a questão dos "penduras" faz lembrar aquele ditado que diz «primeiro estranha-se, depois entranha-se»

Mas quis o destino que este final de semana me reservasse uma situação com os putos que julgam já ser gente crescida, só porque andam de cigarro na boca. A última viagem que tinha por realizar nesta segunda-feira no eléctrico turístico ainda estava a 10 minutos de começar, quando dois jovens se dirigiram ao abrigo da paragem da P.Comércio para acender o cigarro. Por ali ficaram alguns instantes até que um deles disse que o fumo poderia estar a incomodar as pessoas, e afastaram-se.

Nada me fazia querer que os mesmos aguardavam a partida do eléctrico para apanhar boleia, ainda que à pendura. Iniciei a viagem e logo de seguida um turista brasileiro, alerta-me da presença dos mesmos, pendurados no eléctrico. Parado no semáforo, peço-lhes que «saiam do estribo e do salva-vidas do eléctrico», porque não podiam ali estar, sabendo à partida que iam ignorar-me completamente. Arranco e o turista brasileiro, mais preocupado com eles, do que com a volta e a história que ia sendo narrada através dos auriculares, volta a alertar-me. Digo-lhe que é normal os putos irem pendurados à boleia até caírem e aprenderem de vez.

E já dizia a letra de Ary dos Santos, cantada pelo Carlos do Carmo...

"Quando um rapaz empurra um velho,
ou se machuca uma criança,
então a gente vê ao espelho o atropelo
e a ganância que nos cansa.
E quando a malta fica à espera,
é que percebe como é:
passa à pendura
um pendura que não paga
e não quer andar a pé."


Mas como o turista estava de facto incomodado com a presença dos intrusos, saí novamente do eléctrico e alertei-os que não os avisaria mais vez nenhuma. A próxima teria de solicitar ajuda da PSP. Escusado será dizer que se riram e voltaram à pendura, mal retomei a marcha. E como sempre, a procura insistente de um agente da PSP nestas alturas é sempre inglória, mas também teria tempo até à Estrela, dado que na segunda vez que tinha falado com eles tinha-os reconhecido daquela zona. Eles lá continuaram pendurados, ora sossegados, ora a meterem-se com as pessoas que passavam na rua. Na verdade eles não queriam pagar e também não queriam andar a pé até à Estrela.

Já com a primeira parte do trajecto feita, a passagem pela Rua Augusta permitiu-me finalmente ser eu sorrir, quando faço sinal ao agente da PSP ali presente, que se dirige de imediato à retaguarda do eléctrico. Um dos penduras mete-se em fuga, mas o segundo não teve tempo. Enquanto questiona o jovem, o agente faz-me sinal para seguir viagem e acreditem-me que deu-me um gozo enorme, porque depois de toda a primeira parte da viagem ser gozado pelos penduras, quem riu por último fui eu porque ficaram com a viagem pela Rua Augusta, bem perto do ponto inicial onde começaram a troça da tarde. 

Se foram noutro eléctrico à pendura? ... É bem provável, mas perderam 35 minutos em vão, para regressarem ao mesmo sítio e se eu ganhei algo com isto tudo? Ganhei um resto de viagem sossegado e um enorme gozo por saber que os mesmos devem ter ficado com uma raiva tremenda por não terem conseguido à primeira chegar ao seu destino - a Estrela, pelo menos, por hoje.

[n.d.r.]: Fotos de Arquivo.

10 comentários:

K, the Walker disse...

Já diz o ditado: O que ri por último é o que ri melhor.

CR 35 disse...

Hoje um puto apanhou o autocarro que estava a fazer de 25 de eléctricos e perguntava? é diferente fazer a carreira com autocarro? ...a diferença é só nos metros!os colegas que iam junto dele riam-se e um deles disparou para o ar....senhor motorista está a ver aquele olho negro? foi ele que andou à penda e caiu no chão! e riram-se todos.O puto incomodado com a revelação disparatou com eles CHIBOS!.Pois é ! aprendeste a lição? .....eu? só ando à penda nos vermelhos.Para meter um bocado de medo ....cuidado que podes ficar sem um braço ou uma perna porque ao caíres podes ficar de baixo das rodas.E lá saíram!

Comuna disse...

Guarda para ti ja que isto é uma pagina de fascistas e nao posso livremente publicar a minha opiniao..

-A tua sorte é não teres apanhado ainda um maluco que no dia seguinte te mande um tiro por o teres feito pagar uma multa que ronda os 100€.

Como tu dizes quem ri por ultimo ri melhor..

Sei que é um crime mas continuo a fazelo pois acho que não chateio ninguém e não posso pagar embora trabalhe.
Ja perdi a conta aos motoristas que abusam da velocidade ou seja alem de porem em perigo a minha vida punham de toda a gente em Lisboa ou outra que em andamento abrem a porta a ver se caio. isso sim para mim é crime e depois quando alguém cai dizem "você não pode andar a pendura" ou seja na vossa cabecinha de revoltados la por eu estar a penda o que vocês fazem não é tentativa de homicídio nem homicídio por negligencia????
Revoltados do caralho por não vos pagarem ordenados descarregam nas pessoas. Acho super mal formados muitos dos motoristas desta empresa de fascistas corruptos e ladroes.

Rafael Santos disse...

Caro Comuna, se é algo com que não me preocupo nos dias de hoje é com os penduras... Já fazem parte do quotidiano...

Mar Nogueira disse...

Eu por acaso acho isso um bocado fora... nao erra nada contigo Rafael. Aposto que tu eras daqueles putos idiotas que faziam queixinhas a professora se alguem copiasse. Eles nao estavam a fazer absolutamente mal a ninguem, como tu disseste, eram so putos como tambem tu ja foste, que um dia se vao lembrar de serem crianças/jovem e andarem no electrico divertidamente. Tu foste so uma pessoa que ficou incomodada porque nao eram como os chineses q fazem tudo direitinho e de cabeça baixa (e aposto que só nao fizeste isso em puto porque tiveste medo)mas ainda assim tiraste-lhes uma foto, meteste o teu nome (a foto e tudo menos tua ena por cima se nem gostaste deles), foste o caminho todo contente porque uns putos que nao tinham dinheiro para pagar uma viagem (vives no mesmo pais que nós? Não é querer, é poder) iam ter de pagar uma multa 100 vezes mais o valor (sendo um electrico 3,50 faz as contas) e ainda vieste contar isso para o teu blog (se nao tambem no facebook).... Epa... fatela. ;/

Rafael Santos disse...

Caro Mar Nogueira,

Se ler bem com atenção é coisa com que não me preocupo nos dias que correm. No entanto nunca andei na pendura não por medo, mas por não querer colocar ninguém em cheque. Porque é tudo muito bonito e engraçado, mas quando ha acidentes depois alguém é responsabilizado e lá vem o guarda-freio à baila.

Hoje em dia até podem ir nas resistências que não me interessa. Tento zelar pela segurança dos que vão lá dentro. Mas fatela fatela é não se poder expressar uma opinião quando a ditadura já lá vai há muito.

Este assunto para mim está mais que debatido. Abraços.

Anónimo disse...

Rafael eu ando a pendura desde os 8 e uma coisa típica de Lisboa é quase património toda a gente sabe que existe os penduras não é seguro mas também n é bonito um motorista por graça abrir as portas para nós cairmos eu andei a pendura mas nunca chateai ninguém .Obrigado

Rafael Santos disse...

Já faz parte! Isso não faço. Alerto para saírem quando fazem muito estrilho, de resto deixo para as autoridades resolverem. Por mim até podem ir nas resistências pendurados. Sempre vi penduras no eléctrico 😁

Rafael Santos disse...

Já faz parte! Isso não faço. Alerto para saírem quando fazem muito estrilho, de resto deixo para as autoridades resolverem. Por mim até podem ir nas resistências pendurados. Sempre vi penduras no eléctrico 😁

Rafael Santos disse...

Já faz parte! Isso não faço. Alerto para saírem quando fazem muito estrilho, de resto deixo para as autoridades resolverem. Por mim até podem ir nas resistências pendurados. Sempre vi penduras no eléctrico 😁

Translate