terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Sugestão da Semana (11): Desfrute do Parque das Nações com o 708

Saiba que...

A carreira 708 foi integrada na Rede7 em 2006, substituindo a então conhecida carreira 8 que ligava a Praça do Chile à Encarnação desde 1949, ano em que foi inaugurada. Seguiu-se depois em 1966 um prolongamento da linha até Moscavide, numa primeira fase de forma parcial, tendo o seu percurso aumentado conforme aumentavam também os arruamentos que iam crescendo nesta zona oriental da cidade. Mas em 1970 a carreira via novamente o seu percurso ser aumentado e desta feita, mais no centro da cidade, com a substituição do percurso até então da carreira 8 mas de eléctricos, carreira esta que ligava o Rossio ao Apeadeiro do Areeiro e que viu o seu fim com a chegada da linha verde do metropolitano.

A carreira 8 que fazia M.Moniz-Moscavide, viria então em 2006 integrar a Rede7, com a nova e actual designação de 708 circulando entre o Martim Moniz e o Parque das Nações-Norte. “Se por um lado trouxe benefícios, nomeadamente nas ligações do Parque das Nações ao resto da cidade e no novo serviço nocturno nos Olivais, também levantou alguma polémica pelo abandono de algumas ligações existentes desde a criação do bairro e pelo percurso pouco directo”. 

A cidade através da carreira...

Mas é precisamente no Parque das Nações que incide a sugestão desta semana. Local habitualmente escolhido para desfrutar de uma bela tarde de Sol, é também o sítio certo para a prática de desporto ao ar livre, dada a sua extensão, jardins e espaços que se conseguem manter um pouco afastados da confusão do trânsito e da poluição de uma cidade cada vez mais saturada.

Partindo então do Martim Moniz, local de grande agitação armazenista, nomeadamente por comunidades chinesas e indianas, a carreira 708 serve toda a Avenida Almirante Reis, sendo actualmente o único autocarro a ligar o Martim Moniz ao Areeiro. Se nesta parte do percurso a maioria dos passageiros são de idade mais avançada, já daqui para a frente a procura é generalizada. A proximidade ao Aeroporto de Lisboa e a passagem por algumas empresas sediadas na Marechal Gomes da Costa, fazem com que a procura desta carreira seja abundante em horas de ponta.

A zona dos Olivais também continua a receber a visita do 708 e daqui até à Estação do Oriente é um abrir e fechar de olhos num caminho que se faz acompanhar de uma ciclovia, alternativa possível também para esta sugestão da semana.

Passada a Estação do Oriente onde é possível o transbordo com várias carreiras da Carris e com a CP, o 708 sobe parte da Av.Dom João II em direcção ao Parque das Nações-Norte, não sem antes passar pela Alameda dos Oceanos e pelo Rossio Levante. Chega então ao Passeio do Tejo onde termina esta carreira. Recordo que o transporte de bicicletas é válido na 708 inserido no serviço BikeBus que a Carris lançou em 2007. As carreiras Bike Bus funcionam 7 dias por semana, no horário específico de cada carreira.

Vamos ao desporto!

Agora que já está no local certo, se levou bicicleta, siga em direcção ao Parque das Nações- Sul e desfrute da urbanização que substituiu uma lixeira, por ocasião da Expo’98. Pode depois regressar ao ponto de partida e voltar para casa no 708, mas como acredito que vai entusiasmar-se com a pedalada, pode também regressar ao centro da cidade de bicicleta, continuando pela Av. Infante Dom Henrique.

Mas se pedalar não é o seu forte e se nem bicicleta levou, opte então por uma caminhada pelo Parque Tejo, e se gosta de fotografia pode igualmente levar a sua máquina e desfrutar das belas paisagens que se conseguem obter sobre o estuário do Tejo com a Ponte Vasco da Gama a marcar presença. Relvados não faltam pelo Parque das Nações e há também campos de Ténis para os aficionados das raquetes.

Se ainda assim, nada lhe agradou, e se não é amigo de fazer desporto, pode aproveitar para passear à beira Tejo. Desça em direcção ao Centro Comercial Vasco da Gama. Daí à Estação do Oriente é um pulo e lá pode apanhar o 708 para voltar ao centro da cidade. Alternativas não faltam para uma tarde bem passada no Parque das Nações,  com a ajuda dos transportes públicos.

Fique ainda a conhecer a restante rede BikeBus Carris aqui: http://www.carris.pt/fotos/editor2/mapa_bike_bus.pdf

Fonte: a minha página carris, de Luís Cruz Filipe / www.carris.pt 
Fotos: Rafael Santos

3 comentários:

Anónimo disse...

708 com OC500? Agora já vi de tudo... Se há motivo para gostar desta carreira é graças aos B7L. Eheheh

Aproveito também para lhe dar os parabéns pelo blog!

Rafael Santos disse...

Anónimo,

Obrigado desde já pelo seu comentário e respectiva visita. Quanto ao OC500, era habitual há uns anos atrás nessa carreira.

Cumprimentos,
Rafael Santos

polittikus disse...

de facto esta carreira tem uma rota bastante interessante, para quem quiser conhecer a parte mais "nova" da cidade. Parabéns pelo blog...

Translate