domingo, 12 de junho de 2011

A folia do Santo António onde até "eléctricos" servem bebidas...

Se noutros tempos, a grande noite era a do desfile das marchas, em que Lisboa saia para a rua de fogareiro e travessa na mão, hoje em dia Santo António comemora-se  já nas vésperas, o que é bom para esquecer a crise, o FMI e todos os outros problemas, mas que acaba por ser péssimo para quem, tem de trabalhar com um eléctrico pelas ruas de Alfama. Ruas engalanadas com os tradicionais festões coloridos, mesa posta na rua, imperial a sair da torneira e uma fumaçada que sai dos fogareiros, deixando na roupinha um cheiro característico de quem andou nas festas da cidade.

De facto trabalhar nestes dias não é nada fácil. Interrupções atrás de interrupções e uma constante tentação para se parar o eléctrico e pegar numa bifana ou numa sardinha para fazer o gosto à barriga. A cada esquina lá surge o desafio... «Vai uma sardinha sr.guarda-freio?», perguntam do varandim de S.Tomé, enquanto aguardo a chegada do dono da viatura que está a impedir a passagem do eléctrico. 

Já na Graça e a meio da tarde uma senhora do restaurante das Portas do Sol, entrava com um saco cheio de pão quente. A noite prometia ser longa e com fé na clientela. O cheiro do pão quente, juntava-se mais abaixo ao do chouriço assado que saía da grelha junto ao eléctrico da Voz do Operário, ao qual atribuo este ano o «prémio» de melhor banca de arraial. A réplica está tão bem feita que ao longe poder-se-ia dizer que tinha havido um descarrilamento, mas cujo o guarda-freio tinha tido a proeza de o deixar bem estacionado. 

Turistas e transeuntes sorriem em todas as viagens quando lá se passa e nestes dias nem me importava de trocar o meu eléctrico pelo eléctrico da Voz do Operário, porque pelo menos nestes dias, não trabalhava com a incerteza de saber se ia ou não chegar a casa, porque até ao final do serviço ainda estive quase a ficar preso novamente nas Escolas Gerais. Mas este ano já me safei, porque amanhã há-de haver quem trabalhe por mim, assim como na segunda. 

Resta-me então desejar-vos uns bons Santos! 

2 comentários:

» sereia, da flor branca e lilás « disse...

Viva o St. António, VIVA AS FESTAS DE LISBOA.

CR 35 disse...

Rafael e se a interrupção fosse propositada para que ficasses toda a noite sem poder circular !assim festejavas o Santo António comias umas sardinhas rematadas com um tinto e um caldo verde ,para rebater um café e uma ginjinha!boas festas,e não te esqueças de oferecer o manjerico à namorada!

Translate