terça-feira, 25 de maio de 2010

Na Lapa! "E esta hein?"

Nem sempre o exemplo vem de cima, como se costuma dizer. Num bairro onde se diz "de gente fina", onde poucos são, os que dispensam as altas cilindradas dos seus veículos, há também quem não respeite os utentes do transporte público, ou será puro comodismo?

Uns é porque estão só a acabar de beber o café na pastelaria Cristal, outros é porque estão só a pagar o jornal no quiosque, mas outros há que até interrompem um lanche só para tirar o carro de cima da linha para o eléctrico passar, e voltam a estaciona-lo lá novamente. Gabo-lhes a paciência de não comerem descansados só para não andarem uns metros e terem o carro à porta.

Depois há também os que são supra-comodistas que não querem saber, não só dos transportes como também dos passeios...

«Peço desculpa. É meu, mas fui só ali tratar de uns assuntos!»
, a frase que compõe este pedido de desculpa era daquelas que se podia evitar, e tardou a chegar. Foram 20, os minutos que os passageiros mais resistentes esperaram para ver o senhor chegar e tirar o carro para estaciona-lo uns metros à frente onde já não estorvava, já depois de ter comunicado a interrupção à C.C.T. e ter tocado insistentemente a campainha. Afinal os assuntos eram tão importantes que só deu mesmo tempo para ligar os quatro piscar e por-se a andar dali para fora.

Sorte a do senhor que ao chegar já não ouviu das boas, por parte dos passageiros que na foto a cima se vê, caminhando a pé, procurando outras alternativas, para os seus compromissos ou até assuntos, como os que o senhor deste Audi teve de tratar. Afinal de contas... "gente fina é outra coisa!"

Já dizia o grande jornalista Fernando Pessa, homem da rádio e da televisão que chegou a completar 100 anos de vida... "E esta hein?"

Boas Viagens!

6 comentários:

Anónimo disse...

rafael, não é um bmw é um audi, faz lá a publicidade como deve de ser.
marques

Rafael Santos disse...

Tens Razão Marques. O BMW foi na viagem seguinte, mas era de um senhor que estava só a acabar de beber o café, e até foi rápido :P

Está rectificado!

Abraços
Rafael Santos

Joao Baptista disse...

Na Lapa é usual, aliás nos colégios finos é um ver se te avias, a inteligência e o civismo é inversamente proporcional à cilindrada dos carros

nuno disse...

Pois mas quando o 713 tiver a passar por ti, por favor, encosta-te mais ao passeio. lol

ass. Nuno (pontinha)

CR 35 disse...

Povo! se fosse eu andava com uma lata de tinta verde táxi e pintava-lhe o tejadilho , depois, para completar o ramalhete, uma lanterna de indicador da cidade e tarifário para alegrar a coisa. Quando o Chauffer chegasse para iniciar a marcha oferecia-lhe um manjerico com dedicatória (nada de bichices...)e assim passava a respeitar melhor o Povo de Lisboa que não pode adquirir AUDIS ou BMWS mas andam de carroça eléctrica pintadas de amarelo com o logotipo CCFL ,boas viagens a bordo dos CCFL`S

Sandro Castro disse...

Boas, é disto que o "povo abastado" gosta, gozar com quem está a trabalhar, e essa frase é uma daquelas frase que se ouve muitas vezes e por vezes "somos" mal interpretados por aqueles que estão a transtornar a vida dos utentes dos transportes públicos. Ontem (3/Fev/2011) estive de serviço à carreira 25E e numa das viagens entre a R.Alfandega e os Prazeres eu parei 12 vezes, sim, 12 vezes estive eu e os "meus" passageiros parados, se em cada caso eu perdi em media 1 a 2 minutos, perdi no total uns 20 minutos, é tempo que os "meus" passageiros perderam pelo comodismo de uns "outros".
A rede da CARRIS está muito bem elaborada e quando os horários são cumpridos, um passageiro sai de um transporte e espera em média 2 minutos pelo outro, salvo estas situações que não se vê o fim à vista. É pena, em vez de se olhar só para o "nosso" umbigo, deviam de olhar em redor, existem mais pessoas e nem todas têm carro e nem todos podem estar de pé tanto tempo à espera do transporte que não chega devido ao mau estacionamento.

Translate