domingo, 17 de janeiro de 2010

Da borracha para o ferro...

Começa já esta segunda-feira(dia 18 de Janeiro), uma nova aventura. Depois de (quase) três anos na estação da Musgueira, como motorista de serviço público, vou iniciar a formação, que me permite conduzir aquele que é o transporte mais antigo da capital - o eléctrico.

Como é do conhecimento geral, quer através do blog, que através das entrevistas que fui dando a alguns órgãos de comunicação social, sempre foi um dos meus objectivos e até uma preferência, desde o dia em que entrei na Carris, ser Guarda-Freio.

Num primeiro olhar pode parecer estranho, tendo em conta que normalmente acontece o inverso, ou seja, haver guarda-freios que preferem ser motoristas. Mas o meu gosto por este transporte e a minha ligação ao eléctrico falou mais forte, tendo-se aliado ao factor de proximidade casa-trabalho.

Para trás fica uma excelente experiência nos quase três anos como motorista nas carreiras da Musgueira, uma estação onde o espírito de grupo é visível e onde criei grandes amizades que certamente não serão esquecidas. Neste tempo que estive na Musgueira, houve a possibilidade de conhecer zonas da cidade que ainda não conhecia muito bem, como aliás, o leitor deste blog também teve a oportunidade de ler, através das diversas histórias e factos que até aqui fui trazendo. Nesta altura devo confessar que só mesmo uma ida para Santo Amaro, me fez deixar a estação da Musgueira, onde fui bem recebido desde o primeiro dia, a 4 de Julho de 2007.

Mas como nunca fui apologista de despedidas, embora neste caso nem tempo tivesse para o fazer, uma vez que fui informado à última da hora, o que interessa agora dizer é que para trás fica o alcatrão e a borracha e o futuro será com ferro nos carris. E que mais se pode pedir quando podemos passar a fazer algo que realmente gostamos? (aqui deixo também um agradecimento á Carris)

A formação arranca já esta segunda-feira e a curiosidade para saber como é todo o funcionamento do eléctrico vai crescendo á medida que as horas vão passando. É portanto normal que a actualização deste blog venha a ser mais irregular do que até aqui. Se temporariamente ou não, só o tempo o dirá.

Para finalizar, aproveito ainda para enviar uma palavra de agradecimento pela entreajuda de todos os meus colegas da Estação da Musgueira, até mesmo aqueles que dizem que sou maluco quando deixo os autocarros para pegar nos eléctricos. "Já imaginaram o que seria do azul se todos gostassem do amarelo?" (risos)

Assim começou a aventura nos autocarros da Carris...


Assim vai começar a nova aventura nos eléctricos...


Foto: autor desconhecido

Boas viagens a bordo dos veículos da CCFL.

Fotos: Phil Trotter / Pedro Almeida / Autor desconhecido

17 comentários:

Vasco Lopes disse...

Finalmente, meu caro amigo, vais para S. Amaro, a estação de elite, para cumprires um sonho de há muito tempo. Sabes que sempre te apoiei nessa decisão e tenho a certeza que vais gostar da nova experiência. Só te posso desejar boa sorte no ferro e lá nos encontraremos. Não deixes ninguém ocupar o meu lugar. Vai dando notícias da formação.

Abraço.

Vasco Lopes

cristiano disse...

Boa sorte!! é sempre bom fazer aquilo que gostamos!! Mas eu pessoalmente prefiro o alcatrão! Boa Sorte rafael

Miguel Santos disse...

Caro Rafael, boa sorte nesta nova fase. E ficamos à espera de notícias sobre o ferro por aqui.

De um leitor atento.

Sant Driver disse...

Olá Rafael,

Muitas felicidades nesta nova etapa.

A foto do eléctrico de instrução (CCFL 555) é da minha autoria.
... se quiseres o original, é só pedir.
Um abraço,
Carlos

Angelo disse...

E eu cá te deixo um sincero desejo de boa sorte!!! Mas, por favor, não deixes este blog para trás!

Anónimo disse...

tou muito chateado pá!!, e agora com quem troco o serviço quando calha a 35 pá!? é que eu não posso ir fazer o teu serviço :-). só pensas em ti pá lol.
desejo-te muita sorte e claro que nos vamos cruzar por isso desvia o eléctrico para eu passar ok? eh eh eh. marques.

Alfacinha disse...

Não gosto dos eléctricos novos em que o guarda-freio vai fechado naquela redoma, completamente isolado dos passageiros.

Boa sorte!

Bruno disse...

Desde já também desejo acima de tudo muitas felicidades ao Rafael, pois eu também sou um grande adepto do modo eléctrico, infelizmente já não utilizo o eléctrico com tanta frequencia como desejava, apesar de esporadicamente fazê-lo, e smepre que puder utilizá-lo em substituição do autocarro o faço... a minha vida escolar não o permite tanto visto que na zona onde tenho aulas perto das Olaias não existem, e os que existiram foram-se com o passar dos anos...

Espero um dia destes "apanhar" o Rafael no 18 ou no 28 principalmente.

Condutor do TXXI disse...

Boa Sorte, para o novo dia-a-dia.

equipier disse...

Boa Sorte e Bem Vindo a Sto Amaro Rafael que tudo te corra pelo melhor encontramo-nos na estação abraço

Blackbelly disse...

hehe deixa as carreiras em que nunca o apanhei, por culpa de não andar muito de transportes públicos, mas ainda acabo por apanhá-lo no 28E :)

Boa sorte e felicidades nesta nova etapa!

ricardo disse...

Boa sorte para esta nova etapa. Espero que tenhas sucesso!

joana padrel disse...

Que sorte! Os eléctricos são mesmo liiindos. Boas viagens.

CR 35 disse...

Rafael,para começar a nova etapa electrizante ,tens que mudar para os METÁLICA depois pede ao Santo António para que os motoristas façam poucos serviços na 25 ou na 15 em substituição dos amarelos devido a interrupções ou acidentes para poderes disfrutar das manivelas ao longo dos percursos a eles destinados, e no verão goza bem o ar condicionado ao natural ,mas por agora leva o sobretudo, as luvas ,e um gorro para ficares protegido das adversidades do Inverno e cuidado não olhes para os calções das velhotas ou as mini saias mostrando um pouco mais da intimidade das senhoras porque a entrada é feita de alguns degraus a mais em relação aos autocarros e goza o mais que puderes são o testemunho deste ex- guarda freio que na altura não havia blogues para contar as mais belas histórias passadas a bordo dos amarelos da CARRIS bem mais agradáveis que os autocarros mas eu confio que tu vais continuar a descreve-las para que fiquem na história deste Diário do Tripulante.Abraços do CR35 e boas viagens a bordo dos amarelos da CARRIS tripulado pelo Rafael.

Andre Bravo Ferreira disse...

Não falo contigo, nem te encontro à uns tempos mas aqui fica o meu maior e sincero desejo de boa sorte, que corra tudo bem como até aqui.
Um dia destes encontramo-nos a bordo do "amarelo da Carris" como canta o Carlos do Carmo.

Grande abraço.

Gonçalo disse...

Rafael, desejo-te as maiores felicidades para este teu novo desafio! Estou certo de que vais gostar e muito. Eu também estou todos os dias "agarrado ao carril" pois conduzo um Siemens na margem sul! Qualquer coisa que precises, não hesites em dizer.... um abraço e sorte!!!

APS disse...

Caro Rafael Santos

Não podia deixar de lhe desejar as maiores felicidades na sua próxima faceta da vida.
Espero e desejo que tenha escolhido bem.
Um abraço
APS

Translate