sábado, 31 de outubro de 2009

Na 35 e de olho nas castanhas...

Se no verão custa estar a trabalhar e ver alguém a entrar com um gelado na mão, já no Outono é o cheiro a castanha assada que vem daqueles assadores à moda antiga que nos faz abrir o apetite a cada vez que se abre a porta e o pior mesmo é se alguém se lembra de entrar com elas na mão. Há um ano atrás (aproximadamente), recordo-me de ter aqui abordado o tema das castanhas, por ocasião da prótese dentária que havia encontrado esquecida no chão do autocarro, mas hoje não resisti mesmo ao cheio que invadia o autocarro no terminal do Hospital de Santa Maria.

O dia de São Martinho é só dia 11 de Novembro, mas uma boa castanha assada come-se a qualquer dia e se já a meio da tarde havia transportado centenas de pessoas com compras e até frango assado para o jantar, também eu fui fazer o gosto á barriga e comer meia-dúzia de castanhas compradas ali na porta do Hospital durante os 7 minutos que tive de "almofada" entre a chegada e a partida. "Caíram que nem ginjas", como se costuma dizer e se por lá passarem, podem comprar porque eram das boas e nem uma trazia lagarta (risos).
Hoje é também dia das Bruxas e não podia faltar a bordo do autocarro alguém que faça parte do grupo de pessoas que querem fazer deste dia mais um Carnaval. Elas vestidas de bruxas e eles de Dráculas, vale tudo para chamar a atenção e houve mesmo quem conseguisse arrancar-me uma gargalhada com um daqueles óculos fundo de garrafa que ao entrar lá foi dizendo em jeito de brincadeira: «Que autocarro é este? É que... cada vez vejo menos sabe! E com esta coisa do www...»

E assim foi a última viagem deste dia na carreira 35 onde aproveitei também para visitar, ainda antes de entrar ao serviço, a exposição comemorativa dos 120 anos da Linha de Cascais que está patente na estação do Cais do Sodré.
Amanhã termino a semana, que diga-se tem custado a passar. Haver vamos como corre!
Boas Viagens!
Imagens: Rafael Santos / Mascarilha.pt

6 comentários:

Andre Bravo Ferreira disse...

Uma castanhinha já começa a ir, os vendedores em cada esquina fazem o seu negocio, falta o pregão.

Esta semana tenho mesmo de ir ver a exposição na estação do Cais do Sodré.

Bom dia amanha e depois o descanso merecido.

Grande abraço.

Bruno Pedroso disse...

Por coincidencia estive para ir ver essa exposição por volta das 15:45h ontem, andei la uma hora ás votlas mas não cheguei a ir ver.

M. disse...

Por acaso o "www..." atrapalha um pouco na altura de se ver qual é o autocarro que se aproxima.

Na 6ª feira à noite ia perdendo o 36 porque nunca mais desaparecia o "www...".

Não há maneira de não colocarem essa informação tanto tempo?

Gosto de acompanhar o seu blog e só tenho pena que nem todos os profissionais da Carris (e outras empresas) sejam atenciosos e simpáticos como me parece ser.

CR 35 disse...

M.(maria ou manuel) de facto os www... atrapalham o nosso serviço e porque os simpáticos dos utentes,passageiros,clientes alguns analfabetos outros com uma perguntinha por vezes irónica ou em tom de desconhecimento quer pelo trajecto ou horário depois de olharem para as bandeiras quando o www...ou outra mensagem desaparece fazem questões como :passa ali! que carreira é!com o seguinte a ouvir e depois a perguntar a mesma coisa com todas as informações disponiveis nas paragens com painéis electrónicos e aquelas com abrigo e com mapa da rede de autocarros e linhas de metro ,nas sem abrigo com trajecto e intervalos entre autocarros !quando por vezes estão alguns minutos nos terminus chateiam os motoristas com questões absurdas ,não se pode ser sempre simpático nem atencioso e nota-se que em diversas carreiras com outro tipo de gente o atendimento será diferente como por vezes o Rafael relata aqui no seu blog e alguns não primam pela boa educação ou boa formação cívica.

Anónimo disse...

sinceramente não entendo o porque de embirrarem com a mensagem que passa nas bandeiras! se calhar o problema é que a maior parte das pessoas precisa de soletrar para as conseguir ler,acreditem, e outras o problema é que não conseguem ler as bandeiras ao longe, acreditem que também é verdade, umas por questões financeiras e outras por mania da beleza apesar de precisarem de óculos não os compram, e pensar que anda muito condutor aí a precisar de óculos, e isto não é ironia é a pura verdade.devia ser obrigatório o exame á visão para se poder conduzir, mas neste país tira-se a carta pagando 25 euros pelo atestado médico o que se há-de fazer...depois é o que se vê nas estradas.

Anónimo disse...

De facto a intermitência da menssagem do www... nas bandeiras não se justifica, porque simplesmente atrapalha, não faz sentido, fica com letras pequenas e juntas o que dificulta a sua leitura. Já não chegava mandarem parar o autocarro nas paragens quando este vai "RESERVADO", só porque é amarelo, quanto mais dar outro motivo para nos virem chatear a cabeça com o www... Há outros meios já utilizados para informar ou publicitar menssagens.

Não compliquem o que já não é fácil!

Translate