quinta-feira, 4 de junho de 2009

Já "cheira" a manjerico na 742!

Depois da passagem na 4.ªfeira pela 755 onde tudo correu dentro da normalidade e sem grandes registos, lá regressei hoje à 742 onde como diz o outro, «vira o disco e toca o mesmo...» O Casalinho da Ajuda continua igual a si mesmo, e na primeira viagem encontro uma Bicicleta de criança, deixada no asfalto junto à penúltima paragem, como que se alguém tivesse chegado ao local prometendo um lanche com bollycaos e Coca-Colas na rua de cima, tal não era a correria dos putos!

Mas quem não estava certamente para brincadeiras foi uma passageira que no A.Cego corria em direcção ao autocarro rumo a Alcântara. Ao avistá-la, fiz um compasso de espera, mas a mesma viria a ter a passagem impedida por dois indivíduos que se «rebolavam» [termo utilizado pela senhora] pelo passeio.

Já depois de lhes ter dado um encontrão, não poupou elogios aos transeuntes «estas bichonas andam aqui a rebolar-se no passeio e nem deixam passar quem vai trabalhar e precisa do autocarro. Olhem pr'aquilo... Também levaram um encontrão que se lixaram!», dizia ela em jeito meio revoltado, meio bairrista. E quando já a porta estava fechada, ainda sugeriu que um oferecesse ao outro um manjerico, o que provocou uma risada generalizada dentro do autocarro.

Efeitos do Santo António que se aproxima... Será que a senhora também alinha na marcha de Alcântara?! Pois o tema desta marcha neste ano é precisamente "Quiosques de Lisboa, Um Balcão de Sabores, Cidade Colorida, Por vendedeiras de Flores"...
Imagem: Retirada do Google / Montagem: Rafael Santos

4 comentários:

Vasco Lopes disse...

Gostei do post. Só não percebi bem o que é que a senhora queria dizer com o "rebolar no passeio", mas as coisas que se passam na 742 também não são para perceber, por isso...

||_MiX_|| disse...

A parte dos manjericos foi engraçada, vai na volta até já ofereceram :-D
Venham mas é os Santos Populares para a malta curtir.
Grande abraço e vê se hoje o disco já é outro.

Grande abraço.

André Bravo Ferreira

nuno disse...

boas caro colega!!!

O bairrismo é assim mesmo! sou natural da Mouraria e posso-te dizer que se ela só os chamou de bichonas muita sorte tiveram.

abraço
Nuno Pontinha

Anónimo disse...

boas. gostei do blog esta muito fixe, olha eu sou da ajuda e sei perfeitamente as situaçoes caricatas que la se passam. desde ja uma palavra de apreço porque nao sao todos os motoristas que teem estomago para aguentar essa carreira. continua com o blog. e parabens pelo mesmo.

rui 1986

Translate