quarta-feira, 17 de junho de 2009

Antes e Agora (IV): Av. 24 de Julho

Voltando a "pegar" numa rubrica cujo objectivo é recuar no tempo e ver as principais diferenças, hoje apresento uma imagem da autoria de Phill Trotter que no verão de 1983 esteve em Lisboa, onde fotografou alguns autocarros da Carris. Escolhi desta feita a 24 de Julho com a carreira 32, actualmente designada de 732 e afecta à Estação de recolha de Miraflores.

Em 1983 já tinha como terminais o Hospital de Santa Maria e Caselas. Circulava com autocarros AEC Reagal III, e na foto trata-se do 133, já no final da Av.24 de Julho, junto ao Cais do Sodré, com destino ao Hospital de Santa Maria.

Hoje (2009) circula com MAN 18.310 da série 2200 e mantém os mesmos terminais. Ao longo dos últimos anos esta avenida tem vindo a sofrer diversas alterações e o seu nome deve-se a um episódio importante daquele que foi um dos momentos mais dramáticos da história do nosso país: a Guerra Civil de 1828 a 1834 que opôs as tropas absolutistas de D. Miguel às forças liberais do seu irmão D. Pedro IV.
Esta avenida é conhecida sobretudo pelos amantes da noite lisboeta, dado que nela se concentram algumas das principais discotecas da capital.

5 comentários:

||_MiX_|| disse...

E onde ocorrem muitos atropelamentos, acidentes, encontros imediatos de 3º grau.
Venham mais Antes e Agora.

Grande abraço.

André Bravo Ferreira

alphatocopherol disse...

Ah que recordações...

Aproveitei também para passar na galeria de Phill Trotter e maravilhar-me com os autocarros de Lisboa em 1983 percorrendo o meu imaginário infantil e memórias esbatidas ainda presentes no meu cérebro. Que delícia ver um volvo da série 1000 junto a um AEC Reagal ou um Daimler de dois pisos. Que maravilhoso recordar os temos onde o clássico e o moderno davam as mãos, na geração da renovação da CARRIS. Os primeiros MAN'S também... e os ostracizados IVECOS com o seu ruído infernal (que recordo de muitas ascenções Marquês - Amoreiras...

Nostalgia!

Quanto aqui ao estaminé, (do qual sou visitante regular) keep on the good work Rafael

Anónimo disse...

E que fixe seria ter esses 18.310 na musgueira ( para a gente acelerar nas recolhas em reservado ) :-)
fica bem

paulo disse...

Uma pequena nota, somente, para precisar que a carreira 32, no início dos anos 80, funcionava com autocarros AEC Mark V, de 2 pisos. Provavelmente, o carro que é visto na foto seria algum desdobramento, ou algum horário regular, que, por dificuldade pontual de disponibilidade de frota, tenha sido escalado com autocarro de 1 piso apenas.

Com a chegada dos autocarros IVECO, série 3000, hoje abatida, a referida carreira passou a ser equipada com aquele tipo de veículo, ocasionalmente, também com Volvo B59 (série 1000/1100).

Paulo Afonso

Vasco Lopes disse...

Para além de todos os que já foram apontados, nomeadamente, os Iveco, que eram habituais na carreira 32, os Volvos da série 1300 também lá andavam frequentemente, numa fase posterior.
A título de curiosidade, diga-se apenas que é uma das carreiras mais compridas da Carris e o seu percurso mantém-se inalterado há muitos anos.

Translate