domingo, 17 de maio de 2009

Há 50 anos...

Não se fala noutra coisa neste fim-de-semana! Há 50 anos foi inaugurado o monumento de Cristo-Rei, comemorando-se assim a data com cerimónias religiosas onde a política não ficou de parte, ou não estivéssemos nós em altura de eleições. Mas há 50 anos outras coisas foram criadas e durante estes anos, muita coisa mudou e muitos hábitos se alteraram.

Ontem ofereceram-me uma imagem dos dias de hoje, mas que nos faz regressar ao passado. Como sabem, sempre fui um admirador dos eléctricos de Lisboa e se há 50 anos apareceu o queijo "Limiano" como se vê na imagem, há mais de 50 já os «amarelos» andavam pelas ruas da capital. Têem mais de 100 anos e fazem já parte do postal chamado «Lisboa».


"HÁ 50 ANOS GENUINAMENTE JUNTOS"

Por este blogue já passaram algumas imagens deles e muitas mais aparecerão, mas por este blog também já passaram colegas que em tempo foram guarda-freios, como é o caso do Sr.Ribeiro, que actualmente e como eu, anda ao volante dos autocarros da Carris. Disse-me há dias que foi uma boa experiência que teve - a de ser guarda-freio, mas hoje está satisfeito por conduzir autocarros.

"N.º322 - tipo «Caixote» (entrou em circulação entre 51 e 63)"


E para os que nada lhes diz esta temática dos eléctricos, aqui deixo um autocarro também de há 50 anos... Trata-se do 301 que ainda hoje pode ser visto no museu da Carris.

"Autocarro n.º 301, adquirido pela CCFL em Outubro de 1957"



Boas Viagens!

Agradecimento ao Pedro Almeida pela foto cedida / Foto do eléctrico n.º 322 de "Trams aux Files" / Foto do Autocarro n.º 301 de Marco Lindo.

4 comentários:

||_MiX_|| disse...

Um post curto mas directo, muito bom!
Fascinam-me mais os eléctricos que os autocarros.

Grande abraço.

André Bravo Ferreira

Anónimo disse...

Caro Rafael, por decerto que os autores de TODAS as fotos agradecem os respectivos créditos. Algo a rever neste blog. ;)

Duende disse...

Um lisboeta sem eléctrico é como.... uma Almada sem cristo-rei!

Rafael Santos disse...

Boas,

Caro Anónimo das 16h45, aceito o seu comentário, mas certamente que todos os leitores do blog também agradeciam que se tivesse identificado em vez de comentar anónimamente ;)

A ausência dos créditos das duas fotos anexas tem haver com o facto de terem sido duas imagens que ainda não passaram pela organização do meu arquivo e que ainda não têem o respectivo autor no ficheiro.

Mas se o seu problema maior é esse :), aqui fica a indicação que a foto do «caixote» é da autoria de "Trams aux Files" e a do autocarro n.º301 é da autoria de Marco Lindo.

Translate