domingo, 24 de maio de 2009

Há 20 anos...

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades... e mudam-se de autocarros. Ainda cheguei a andar nos Daimler quando me deslocava à Baixa. Adorava subir as escadas e sentar-me na primeira fila da frente. Ali, tinha um olhar privilegiado sobre Lisboa e até parecia que se batia nas árvores e nas esquinas dos prédios. Esta é uma foto de 1989, já lá vão 20 anos.

Hoje já só resta um e sai para a rua em eventos publicitários ou de marketing por parte da Carris. Recorde-se que serviu recentemente para anunciar pelas ruas de Lisboa ao som da banda dos empregados da Carris, o lançamento da "Rede7".
Foi apenas mais um regresso ao passado da Carris, através de um postal de 1989, o ano da queda do Muro de Berlim, que encontrei na Internet onde até o selo e o carimbo dos correios dizem respeito aos transportes da cidade de Lisboa.
Boas Viagens!
Postal: retirado da Internet e de origem desconhecida

5 comentários:

nuno disse...

Bom dia colega. 20 anos...Não é assim muito tempo. há 20 anos havia menos violência, menos trânsito, menos confusão. Não havia playstation ou xbox. brincávamos na rua ao pião, berlinde e jogávamos finais mundiais nas ruas com uma bola de futebol a dar as últimas.Era mais simples, mais fácil e mais divertido.
Há 20 anos o Benfica era mais vezes campeão!

grande abraço! Nuno Pontinha

Pedro Almeida disse...

Olha-me o belo do DAIMLER CRG6LBX... O que eu adorava ter andado nesses "carrinhos"!!
É dos autocarros de dois pisos que a CARRIS teve, que eu mais lamento de nunca ter viajado.
Mas pronto, verdade seja dita, também não me parece que com 3 anos (a idade que eu tinha á precisamente 20 anos) aproveitasse minimamente a viagem....
Digamos que os meus interesses infantis da altura, não me davam para muito mais...
Detalhes á parte, amigo tripulante, belos "regressos" ao passado!!

Grande abraço!!

||_MiX_|| disse...

Acho que éramos mais felizes à 20 anos, não pensávamos em crise e afins. Queríamos uma bola, desenhos animados e pouco mais.
Obrigado pela recordação, Rafael.

Grande abraço.

André Bravo Ferreira

Vasco Lopes disse...

Tal como o Pedro, uma das coisas de que tenho mais pena é não ter viajado nestas pérolas. A Carris bem podia colocar nas ruas um exemplar do museu, como tem feito com os eléctricos...

Iberista disse...

É, este postal (na realidade é um "inteiro postal", na gíria filatélica) foi editado pelos CTT no dia em que foi feita a emissão desta série de selos dedicada aos transportes típicos de Lisboa. Até o carimbo é alusivo ao tema (com a imagem do elevador da Bica).
Era uma série de 4 selos, mais um bloco, tendo os selos o elevador da Bica, o de Santa Justa, o Daimler e um eléctrico. O bloco era com um cacilheiro. Tinha ainda a particularidade de ter sido emitida no dia em que celebrei o meu 17º aniversário (basta ver a data do carimbo :D).
Já agora, quando andei na universidade, apanhava sempre o 39 no terminal dos Restauradores e, vá se lá saber porquê, mas as coincidências têm destas coisas, os autocarros que lá estavam "à minha espera" eram quase sempre ou o 837 ou o 838! Foi para mim uma emoção quando revi um deles (que não me lembro agora se é o 837 ou o 838) no Museu da Carris quando lá fui a primeira vez, já lá vão 10 anos.

Translate