sexta-feira, 24 de abril de 2009

A minha história entre as 24 do RCP...

«Já alguma vez perdeu uns minutos do seu tempo para pensar na vida das pessoas com que se cruza todos os dias? Na rua, no trabalho, numa fila de trânsito, no supermercado... Esta sexta-feira abrimos a janela para a vida das pessoas comuns. 24 de Abril. 24 horas. 24 histórias de pessoas invisíveis que merecem ser contadas», este breve parágrafo é da autoria do Rádio Clube Português e serve de apresentação ao trabalho jornalístico da repórter Débora Henriques que procurou 24 pessoas comuns com 24 histórias diferentes e que passam muitas vezes ao lado de toda a gente. Eu fui um dos convidados!


Do engraxador do Rossio ao jardineiro do Estádio da Luz, passando pela barbearia e pela vendedora de castanhas, este trabalho do RCP acaba por dar a conhecer um pouco mais algumas das pessoas com quem nos cruzamos no nosso dia-a-dia e a quem muita gente não dá o devido valor.


Depois da Antena 1 e da revista TimeOut aceitei o convite da Débora Henriques e era agora a altura de falar aos microfones do Rádio Clube Português. Para não interferir no trabalho e porque para se conduzir em Lisboa é preciso estar muito atento, lá conversámos no terminal da carreira 22, na Portela e o resultado final foi para o ar esta sexta-feira, dia 24 de Abril e se pora caso não tinha a «Janela Aberta» pode agora abrir aqui a janela do programa do Rádio Cube Português que passou esta tarde entre as 15 e as 19 horas, ou aceder ao destaque deste especial 24 Histórias no RCP.


Se quiser optar por ouvir toda a emissão com os comentários dos convidados presentes em estúdio pode também fazê-lo através da emissão deste dia 24 de Abril do programa «Janela Aberta» começando pelas 15, depois 16, 17 e finalmente 18 horas.

Por fim, aqui fica o meu agradecimento à jornalista Débora Henriques pelo convite, assim como aos jornalistas Aurélio Gomes e Teresa Gonçalves que também não dispensaram a visita ao blogue, enquanto "conduziram" mais uma emissão do RCP.

[n.d.r.: Devido ao facto do RCP ter fechado portas em Julho de 2010, não é possível apresentar os links acima referidos. Agradeço a vossa compreensão.]

4 comentários:

||_MiX_|| disse...

Boa entrevista Rafael, gostei. Parabéns.

Grande abraço.

André João Ferreira

ricardo disse...

Estou muito surpreendido com o sucesso que este blog está a ter.
Eu também ouvi a reportagem do Rádio Clube e estiveste muito bem, Rafael.
Estavas à espera de todo este sucesso e interesse das pessoas nas histórias de um motorista da Carris quando criaste este bolg?

Rafael Santos disse...

Em primeiro lugar: Obrigado MIX pelo comentário...

Quanto ao comentário do Ricardo, e ás questões que me colocas, apenas dizer que este blog foi criado em Agosto de 2008 depois de uma série de amigos me dizerem que o que eu lhes contava em conversas dava para escrever um Livro. Pois bem, decidi então criar o blog, não com objectivo de procurar a fama, mas apenas com a vontade enorme de melhorar a forma como é visto um motorista de autocarro.

As pessoas quando entram no café, dizem «boa tarde, quero um café s.f.f....» e quando iniciei as minhas funções como motorista da Carris vi pessoas que para além de não cumprimentarem, apenas atiravam o dinheiro para a banqueta e nem o bilhete pediam, embora o quisessem.

Foi para tentar mudar tudo isto e para dar a conhecer as histórias - muitas delas banais - que criei este blog e deixa-me acrescentar que nunca fiz publicidade ao mesmo, porque a ideia era tentar manter-me o mais tempo possível discreto.

Não sei como, o blog acabou por ser descoberto e referido pela Antena 1, depois surgiu um convite da SIC para uma reportagem que recusei por não querer dar a cara e sobretudo por tudo acontecer muito rápido. Seguiu-se um telefonema da RTP1 para ir ao Portugal no Coração, e se tinha recusado a SIC não fazia sentido aceitar ir á RTP1 até porque a própria Carris poderia não gostar da ideia.

Eu sou livre de contar o meu dia de trabalho, mas ao fazê-lo estou a envolver indirectamente a empresa e há sempre que jogar á defesa.

Depois veio a TimeOut e para te ser sincero já tava cada vez mais a aperceber-me da grandeza deste mundo que é a blogosfera. Aceitei o convite, mas fora do serviço e depois foi a vez de ser chamado pela própria empresa.

Aqui foi outra surpresa. A reacção foi positiva e até me convidaram para uma entrevista á revista LisboaCarris, a sair brevemente. Agora foi a vez do RCP e para te ser sincero, acho que o mais importante nisto tudo é valorizar um cargo pelo qual muitos desprezam e que não dão valor, que é o de conduzir um autocarro, seja ele em Lisboa, no Porto ou noutra cidade.

Como sempre gostei de Jornalismo e já que não o posso praticar através da imagem, aproveitei para juntar estes dois gostos, o da escrita e o do contacto com o público que nem sempre é fácil e o resultado é este blog que cresceu mais rápido do que eu próprio esperava e que leva já com mais de 18.000 visitas.

Enquanto tiver tempo e paciência vou continuando a contar as histórias, a sugerir locais desta cidade que tanto gosto e a mostrar algumas imagens de outros tempos que vou coleccionando...

Boas Visitas e a todos obrigado pelos comentários aqui deixados, pelas sms e emails recebidos.

Boas Viagens!

Pedro Barata disse...

Amigo, tu andas super-famoso!!! :)
Pena não ter tido conhecimento disso antes...
Aquele abraço

Translate