sábado, 28 de março de 2009

O regresso ás madrugadas com a 794

Depois de um longo período em serviços de "médias" - e para quem não sabe, médias são serviços compreendidos entre as 9h e as 21h - eis que comecei hoje a semana a abrir a pestana bem cedinho. Há muito que não sabia o que era acordar cedo e quando digo cedo, é mesmo cedo porque ás 3h55 já o despertador estava a tocar. A vontade para sair de casa não era nenhuma, sobretudo depois de espreitar pela janela e ver que estava uma ventania daquelas que arrasta tudo e todos.

Mas meteorologia à parte lá tive que enfrentar o vento e o frio que se fazia sentir pelas 4 e tal da madrugada e pegar no meu carro rumo à estação da Musgueira. Pelo meio ainda tive uma pausa, numa operação STOP da PSP, seguindo então depois para o meu local de trabalho onde ás 5h13 saía com o autocarro 4229 para a carreira 794, que há já algum tempo não me calhava na escala, mas confesso que não tinha saudades...

Começava então o meu dia precisamente na altura em que para muitos, ainda o dia anterior estava a acabar, sobretudo ali na zona de Santos onde as discotecas chamam sempre muita gente. Uns passam alegres, outros nem sabem se estão alegres ou se estão tristes e outros há que nem imaginam as figuras que fazem quando estão alcoólicos. A juntar a isto há sempre quem tenha de se meter com o motorista do autocarro, batendo à porta, dizendo que os pneus estão no chão, enfim tudo o que possam imaginar e que seja reflexo de um estado que pode ser chamado de tudo, menos normal.

Do outro lado da 24 de Julho, os eléctricos sucedem-se! Uns da 15E, outros da 18E e outros há que estão a caminho de uma jornada na 28E. Mas rapidamente aproxima-se a hora da partida e como até está algum frio, decido chegar o autocarro à paragem. Apenas um passageiro entra e dá os bons dias. Para começar, não está nada mau...

A manhã passa aos poucos, mas o mesmo não acontece com o vento e o frio, que apesar da presença do Sol, continua a fazer das suas, sobretudo ali para os lados da Bela Vista. Entretanto chegava a hora do almoço ás 9h55. Desculpem, eu disse almoço?!... Pois creio que será mais pequeno-almoço. Como a esta hora poucos são os sítios que servem refeições e também pelo facto de não ter apetite a esta hora para comer grandes quantidades, fiquei-me pela peça de fruta e aproveitei para ir até á estação buscar o meu carro.

Apanhei o 745, depois o 17 e no regresso deixei o carro na Graça, onde aproveitei para comer um croissant com queijo e beber um sumo, na Baga-Baga (passo a publicidade, mas é uma boa pastelaria! eehhe), tendo de seguida apanhado boleia da 28E até à Rua da Conceição.

Cheguei então á P.Comércio onde dei início à segunda parte do meu serviço que também correu bem e na viagem para a Est.Oriente entrou ali na paragem da Alfândega uma passageira com os seus dois filhos. O rapaz chamava-se Rafael e quis sentar-se logo no banco da frente. A irmã confesso que já não me recordo do nome, mas posso dizer que devia ter uns 6 anos e que sabia uma música de cor e salteado que ia a ouvir no seu mp3.

A certa altura já o rapaz tinha metido conversa comigo, seguiu-se a irmã que até perguntou se eu tinha gostado da música :) Podia de facto concorrer a um daqueles programas da televisão... Ao ritmo da jovem que, com orgulho disse que era de Alfama, lá fiz a viagem e até deu para reviver tempos de escola, pois o rapaz anda actualmente na Escola Gil Vicente, onde eu fiz o meu secundário.

De resto, dispensava em todas as viagens a passagem na Gualdim Pais onde ainda são muitos os passageiros que se transportam sem bilhete válido. No regresso a casa voltei a apanhar o 28E e amanhã é novo dia. Agora quero é descanso porque já não estava habituado a estes horários...

Boas Viagens!

2 comentários:

||_MiX_|| disse...

Coincidência ou não, no meu site estive a fazer a página da 794 e quando vi a hora da primeira carreira pensei: "Bolas, a que horas se levantam?".
Ora aí está resposta.
Boas viagens.

Grande Abraço.

André João Ferreira

Pedro Almeida disse...

Confesso que achei interessante a parte da "Ventania que arrasta tudo e todos".
Não é toda a gente que tem a visão do apocalipse depois de acordar, mas tá porreiro,gostei lool
Já em relação á tua passagem pela 794 até pensei que tivesse corrido pior, 1º pela carreira em sí, e depois por apanhares a malta que vinha da "night" na 1ª grande noite de fim-de-semana.
Entretanto disseste uma coisa que me fez lembrar uma conversa que tive com um motorista da RODOESTE (empresa lá da Madeira que faz viagens para o Oeste e mais de metade do norte da ilha), que me dizia que não gostava lá muito de fazer ocasionais em que houvesse pessoas que bebessem, porque "vá se lá saber porquê, mas eles não descansam enquanto não se "metem" com o motorista" dizia-me ele...
Para finalizar tenho a dizer que achei interessante o Rafael que gosta de eléctricos a falar com o Rafael que pelos vistos também gosta, e que anda na escola onde o Rafael Santos, que hoje andou na carreira de Santos, andou...
Só tu para me dares oportunidade de fazer uns trocadinhos destes lool

Fica bem amigo, um abraço aqui do madeirense, e boas viagens!!

Translate