quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Carreira 108 - Aqui não há natal!!

Antes de mais dizer-vos que passei um bom natal junto da família na noite de 24 Dezembro, depois de um serviço "five star's" na carreira 5, tendo passado este dia 25 de Dezembro de serviço na carreira 108, onde constatei que nesta carreira não existe natal. Foi um dia de natal frio, deprimente e angustiante. As horas teimaram em não passar e o melhor mesmo foi só as 2 horas iniciais onde praticamente ninguém andava na rua e os ponteiros do relógio a apontarem a hora da saída.

O pior foi quando o sol deu um ar de sua graça e quando a ressaca da noite anterior começou a desaparecer. Apanhei um pouco de tudo nas muitas viagens que fiz (22 minutos em média cada viagem) nas 8h00 de serviço que tive na 108.
Desde um grupo de «putos» que decidiu aproveitar o dia de natal a brincar com o autocarro(soltaram os quebra-vidros e abriram por duas vezes o compartimento do motor, etc..), a uns passageiros mais alegres acompanhados daquela substância que costuma acusar no balão da PSP (deixando no ar um cheiro irrespirável), passando por um tipo que armou tenda dentro do autocarro a vender caixas de chocolates (que acabou por ser repreendido)...

É incrível como nem no natal se consegue ter um serviço calmo e sereno nesta carreira, que para mim é de longe a pior que já fiz nestes quase dois anos de Carris. Agora é três dias de folga para esquecer este dia 25/12/2008 e esperar que a entrada do novo ano seja melhor.




7 comentários:

mariababone disse...

Você fala muitas vezes da carreira 35 e por acaso é uma das que me serve no caminho de casa no Campo Grande. Não sei se alguma vez fêz a 767, entre o Campo dos Mártires da Pátria e a Damaia.
Eu costumo apanhar esse autocarro nas minhas voltas e, seja a que horas for, vem sempre cheio. A carreira apanha muita gente no percurso, escolas, centros comerciais, etc e lá vamos todos , como se costuma dizer, como sardinha em lata. Vê-se bem que quem comanda o sector não viaja de autocarro. Os administradores, directores e outros doutores não andam de autocarro, é o que é...
Como fazer para chegar a esse ente que orienta carreiras, horários, etc?
Maria João

Condutor do TXXI disse...

Primeiro que tudo Bom Natal!

Os miudos que te abriram o compartimento do motor, devem ser os mesmos que à uns anos ficaram zangados do motorista não lhes emprestar a chave do WC!! =D LOL

Anónimo disse...

tens de escrever aí num sitio qualquer que não se aceitam reclamações, senão nem aqui vais ter descanso. ( leu dona mariabobone? ).
colega da musga

Paulo disse...

O Pai Natal é branco, logo os gorilas sentém-se excluídos da "quadra". Mais um daqueles pequenos promenores que nos faz pensar... serão os brancos os racistas ou os "pretos", os coitadinhos?

Pedro Barata disse...

O dia de Natal é um dia como os outros...

Abraço

Paulo disse...

Não. O dia de natal é um dos mais calmos do ano, pelo menos até à hora de almoço. Mas carreiras que passem pelos mega-guethos por este país espalhado, entram numa dimensão paralela, onde a porcaria acontece, tal como nos restantes 364 dias do ano.

Condutor do TXXI disse...

Num desses 364 dias, no ano de 2002 enquanto estava parado numa paragem do Bº dos Loios na 68 num Sábado ás sete da tarde, o autocarro levou com cerca dumas 10 pedradas mandadas por 2 ou 3 miudos, que tinham as mãos cheias de pedras, não foi assim tão grave porque nenhum vidro se chegou a partir.

Uns anos antes aconteceu-me o mesmo nas Olaias!

Translate