quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Um frio Diabólico de ficar ZON

Não, não estou a fazer publicidade á ZON, mas apenas falar da Árvore de Natal que esta empresa patrocinou no topo do Parque Eduardo VII que tem aumentado o fluxo de trânsito nas artérias adjacentes. Pois como já devem ter reparado comecei mais uma semana na 742.

O frio que se fazia sentir pela manhã era algo que só fazia lembrar o quente que havia deixado para trás em casa. Comecei em grande!! Ainda a proceder ao preenchimento da folha diária no acto da rendição, uma cliente pergunta-me se vou demorar muito e logo percebi que queria apanhar o 12. É caso para dizer que «a fartura é que os estraga...»

Os restantes lá permaneceram sentados, aquecendo-se cada um como podia. Já na parte da tarde, ali bem perto de São Sebastião, uma cliente corre em direcção ao autocarro. Trazia já umas bochechas rosadas do frio, para não dizer mesmo, vermelhas. Agradece-me o facto de ter esperado e diz: «Está um frio diabólico sr.motorista, e nem queria imaginar que perdia este autocarro e ficaria a espera de outro. Muito obrigado.»

Enquanto isto, um pouco mais acima, um jovem casal procura junto ao muro do EPL o melhor plano para fotografar a Árvore ZON, ao que a referida passageira ao observar comenta: «É mesmo um frio de ficar ZON. Gabo a paciêcia...»

E assim foi o primeiro dia de mais uma semana na 742, e hoje com direito a visita do meu inspector acompanhante.

Boas Viagens!
Foto cedida por Marcel Mazoni

1 comentário:

Carlos Correia disse...

Por isso é que dia da inauguração da árvore a carreira 42 esteve a circular via Marquês de Pombal, pelo menos durante a noite.
Mas falando da árvore em si, acho que é apenas mais uma demonstração de novo-riquismo. Sejam quem forem os patrocinadores da iniciativa, creio que poderiam usar o dinheiro noutro tipo de causas.

Cumprimentos

Carlos Correia
element@netcabo.pt

Translate